sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Pequenas coisas, grandes mudanças.

Por aqui esta para terminar o uso de sacolas plasticas, ao menos nos grandes supermercados, que eu saiba.
Alguns até ja utilizavam sacolas biodegradaveis, enquanto outros estimulavam que se levasse as proprias sacolas de casa, mm.
Agora que o prazo esta acabando eles oferecem, a um preço mòdico, grandes e resistentes sacolas com o logotipo do supermercado ou palavras de ordem.
Eu, regina da reciclagem, sempre usei os nossos milhares de sacos e saquinhos para tudo: lixo, artesanatos mil ou, mm, para recolher os "souveniers" da Tilda qdo saimos a passeio.
Pq a maçada é que eu sempre vejo uma reutilizaçao para tudo, fazer o que!...
Anos faz, qdo eu ocupei um "monolocale" ali no centro de Perugia e querendo dar uma personalizada no quartinho impessoal, além de alegrar um pouquinho a minha tristeza, fiz de tudo para isso.
O que incluiu uma ida ao deposito do "residenze" com a senhora responsavel, em busca dos pares dos talheres e pratos, sofriveis, que me tinham sido consenhados.
E, entao, "escavoquei" umas coisinhas para melhorar a minha vida, sem ter que investir uma cifra para tanto, além de comprar umas poucas besteirinhas nas lojas de 1 euro.rss
Os unicos gastos substanciosos que tive foram a guarniçao de borracha, nova, para a cafeteira judiadinha que me fazia os cafés e um mini pimer, bem decada de setenta, comprado em um brechò, onde eu amava me perder em meus devaneios...
Afinal, Perugia é uma cidade de estudantes, muuuuitos estudantes, e de outro tanto de coisas "abandonadas", que é o que acontece quando um retorna à sua casa, aquela verdadeira.
Nao sei se todos tanto tristes qto eu me encontrava, ali sozinha, lendo livros e mais livros de historia, em meio às minhas lagrimas todas.
Enfim...
Eu e as minhas "mnesis", que sempre acabam vindo à gala. rss
Alias nada disto viria ao caso, à parte sò que, para "reestilizar" o meu angoleto de cozinha, recortei umas joaninhas que vinham na embalagem do papel higienico que eu comprava e as apliquei sobre os horriveis azulejos do tempo de Dante, que revestiam a sua parede.
E ficou até que bem bonitinho!
E qdo vi estas sacolinhas que os negocietos daqui usam para dar as nossas compras, com estas garatujas todas, juro que nem pensei duas vezes: recortei todas!
Como os nossos banheiros tem azulejos lisos e brancos, hum...
Dai foi sò umidecer uniformemente, e pouco, alisando bem com um pano e...pronto!
Se enjoar, basta tirar ou trocar.
E o melhor: com custo zero!

14 comentários:

Adriana disse...

Ai que inveja essa banheira , fico olhando pro meu banheiro 1,00x1,50 kkkk(acho que é essa a medida).
Sempre vou ao supermercado com minha sacola e evito trazer aquelas sacolinhas, tudo pelo meio ambiente rsss.
Beijos Clau e bom fim de semana.

Fábio Adiron disse...

Os azulejos do tempo de Dante vinham do inferno, do purgatório ou do céu?

clau disse...

Adriana, gosto muito de banheiras e, mais ainda, de bides! rss
mas banheiras normais, daquelas sem parafernalia, que eu quero é tranquilidade...!
Para vc tb, obrigadao.
Bjs!

clau disse...

Fabio, aquele edificio era fortemente de estilo renascimental, mm que pudesse ter vindo de épocas precedentes, como acontece muito por aqui. Mas era claro que a ultima reforma que tinha visto tivesse sido feita la pelos 70's que, para quem se lembrava recordariam, entao, aquela absurda e "infernal" guerra do Vietnam.
Hihihi!
Bjs!

AndreaDomingas disse...

Clau,
Como você, sou fã de brechós e de coisas "vintage", recicladas! Procuro misturar com coisas que tenho, para dar um ar mais moderno, porque não moro sozinha... se fosse assim, a casa seria como um museu! Rsrsrs Por isso mesmo fiquei de orelha em pé, com esta dica sobre Perúgia.
Parabéns pela sua consciência ecológica! A decoração ficou lindinha!
Beijos

ismael.bnu disse...

Olá!! Muito legal essa banheira!
E esse pensamento de que temos que reutilizar sacolas é verdade. Precisamos com urgência.

Quero de convidar pra visitar meu site.
Postei a tão esperada bolacha de chocolate que era receita da minha avó.
Como você comentou no post da bolacha de canela que estava na espectativa, lembrei de te avisar!

Abraços do Alemão.
www.cozinhadoalemao.com.br

clau disse...

Andrea, faço minha as suas palavras: pq tb eu sou maluca por coisas de brecho, velharias de familia, no geral e tenho faro para coisas de museu.rss
E lhe agradeço por achar que o que faço conta alguma coisa...!
Bjs!

clau disse...

Obrigada por se lembrar Ismael!
Pode deixar que eu vou la ver, sim.
Impossivel deixar escapar receitinhas com chocolate, que se forem da avò, sao melhores ainda!
Bjs!

Hapi disse...

hello... hapi blogging... have a nice day! just visiting here....

clau disse...

Ciao Hapi, for you too, tks!

Adriana disse...

Clau obrigada , nem mim fale em idade do condor, estou com meu joelho.... rssss.
Beijos.

clau disse...

Pois é Adriana, tb eu ja passei por isso...
Mas nao se preocupe nao que essas coisas se revezam! rss
Bjs!

Chantal disse...

muito charmoso essa ideia !

beijos

clau disse...

Ciao Chantal!
E muito obrigada por sua gentileza!
Bjs!