sábado, 21 de maio de 2011

Não tem preço...


Pontos e técnicas que se faziam um tempo, e que não se acham mais quase quem faça, pelas mãos de quem tricota há mais de 70 anos: não tem preço!...

6 comentários:

AndreaDomingas disse...

Oi Clau!

Muito lindo esse trabalho em crochet(ou seria tricot?)! Foi sua mãe quem confeccionou? Você tem razão, várias técnicas estão se perdendo, muitas vezes por falta de interesse no aprendizado ou no ensino... digo isso porque minha mãe está há tempos procurando um grupo de tricot no Rio e não acha.

Adoro trabalhos artesanais, mas na minha família minha mãe e minha irmã são mais fãs dos trabalhos com agulhas. Eu já prefiro as máquinas... :)

Beijinhos,

clau disse...

Andrea, obrigada! Vou repassar o que vc disse para a minha mãe.
E é tricot, sim.
A minha familia, em si, era algo como um club de tricot...
Mas a não ser minha mãe, que é ainda usuaria fiel, estamos preferindo comprar pronto.
Hihihi!
Bjs!

uhooi disse...

Very nice this blog!
visit our blog at http://uhooi.blogspot.com/

clau disse...

Thanks, Uhooi!

Nela disse...

Olá Clau, adoro trabalhos artesanais,tb como sua mãe já fiz casaquinhos e camisolas de tricot, agora confesso k nem tanto, tb adoro o trabalho de crochet, tho colchas toalhas e paninhos feitos por mim, e até gosto mais de crochet mesmo, mas como o tempo é pouco fica algumas coisas em meio por minha pena.Agora como tho uma sobrinha k está para ter bebé, e se usa mto fraldas com bordadinho em ponto cruz e depois com picou em volta eu faço o picou e mha filha o ponto cruz, estas fraldas servem para põr depois sobre o carrinho do bebé a enfeitar, mas é á noite, pq o tempo é pouco, mas a mha familia, mha falecida mãe e mhas tias têm grande habilidade com as mãos, mesmo de costura.È uma pena k tudo se perca realmente pq há trabalhos lindos. Parabéns á mãe Clau,boa semana e beijinhos.

clau disse...

Pois é Nela...
Muita coisa, assim como se fazia um tempo, não existe mais.
E se às vezes encontramos ja prontos por ai, devemos pagar uma fortuna para te-los!
Mas não se equiparam aos que foram feitos com carinho pelas nossas avós e mães, não é mm?
Tudo de bom.
Bjs!