domingo, 22 de junho de 2014

Mathilda



Bom...
Faz um tempão que eu não escrevo nada por aqui.
É que nestes últimos meses estava muito preocupada e empenhada em ajudar a minha querida Mathilda a vencer um câncer de bexiga, que apareceu em um ultra som de controle que ela fez.
E devo dizer que, depois, ela enfrentou bravamente uma extensa cirurgia e também as sessões de quimioterapia que teve que fazer, além de todos os exames.
E estava indo tudo super bem e ela nem parecia doente: alegre, disposta, com apetite, enfim...
Inclusive fomos passar um mês lá na Itália e ela ficou em São Paulo com o meu filho, que cuidou dela e a acompanhou ao hospital, para continuar o seu tratamento oncológico.
Mas, infelizmente, no fim deste período que estivemos fora, ela teve um piora que não se justificava em nenhum dos exames que fez onde, inclusive, mostrava uma melhora do seu quadro.
E no domingo da semana que nós voltamos de viagem ela faleceu.
Nem vou dizer o quanto isto me deixou triste!
Minha companheira dos últimos 10 anos partir, assim...
Brava Tilda!!!!
Descanse em paz.

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Arepa de queijo

Vi uma foto de uma arepa em um jornal e fiquei curiosa, já que gosto muito de milho.
Daí fiquei "caçando" receitas pela internet e me informando mais sobre ela.
Descobri que já tinha comido uma variedade feita no forno pela minha tia Jacy, que acabara de voltar de uma temporada no Chile, quando eu tinha uns 6 anos de idade. Era de carne moída e foi uma trabalheira doida, até eu entrei na "dança", entre espigas, raladores e peneiras!
Quando vi a receita com queijo, feita na frigideira, eu pensei que seria mais fácil mas... ledo engano. Não que seja difícil, pois hoje em dia temos do milho em lata cozido no vapor até o milho congelado, mas talvez, no meu imaginário, ela se comportasse como um crepe, o que não é o caso...
Mas pensando bem, a feita em forno é na verdade muito mais prática, pois você pode fazer em porções individuais ou uma gigante e tudo de uma vez, sem grande trabalho, enquanto a de frigideira precisa fazer uma por uma, entende?
Não vou dar uma receita já que existem várias que você pode pesquisar para escolher a que mais lhe agrade. No fim eu acabei fazendo a minha meio a olho mesmo! E usei uma lata de milho, um ovo, sal, água (sou intolerante ao leite), maizena e um tantinho de fermento: uma coisa que fiz foi reduzir a uma colherinha de café a tonelada de açúcar que todas elas tem, já que percebi que uma massa doce assim não me agradaria. Mas isto vai do gosto de cada um, não é?
Bati tudo no liquidificador e ficou com aquela cara de massa de panqueca mais grossinha e com uns gruminhos dentro. Tentei dourar dos dois lados, apesar dela ter tendência a se romper toda.
Mas não se assuste, que até que é mais fácil e rápido do que possa parecer! rss
Como é um prato muito prático e gostoso, creio que seja uma alternativa valida para os dias de hoje!

Mais trabalhos feitos em tricot pela minha mãe


quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Bom 2014!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Força pessoal, vamos lá!
Mais um ano e uma oportunidade para melhorar este nosso mundo mm que aquilo que se faça possa parecer pouco, pois nunca é...
Desejo saúde para todo mundo, boas oportunidades, serenidade e ter em mente, sempre, de praticar o bem!
Se cada um fizer a sua parte, poderemos sair desta mentalidade egoísta de se levar vantagem em tudo e obter sucesso e dinheiro a qualquer preço!
E cuidemos deste planeta, de suas criaturas, suas belezas e riquezas, sendo a maior de todas a água, com mais carinho de quanto temos feito até agora.
Valorizemos aquilo que realmente deve ter valor e saibamos escolher as alternativas que não sirvam só para nós mas também sirvam para quem nos cerca.
Enfim...
Bom Ano Novo para todos!!!

domingo, 22 de dezembro de 2013

Boas Festas!!!!!!!!!!!!!!!

Pode até parecer estranho dizer isto, mas passar um Natal sem neve chega a ser muito triste, ao menos  para mim mesma, que amo todo este folclore de Natal pois, de qualquer maneira, todos sabemos que até esta data não é de verdade, não é mesmo? rss
Nesta foto acima, feita na região de Perugia, dá para imaginar como estaria a minha casa lá em Solfagnano mas, enfim...
Independente do cenário que se apresente, o que vale mesmo é a lembrança de um fato ocorrido há milhares de anos e a mensagem que nos foi deixada pela passagem deste personagem singular que veio nos ensinar coisas que, depois de tanto tempo, já deveríamos ter mais que aprendido.
E esta coisa, MUITO séria, não deve ser só lembrada em um dia em que todos se fazem bonzinhos e caridosos mas, sim, em cada dia da vida de cada um, marcando a consciência das pessoas para que elas se esforcem sempre a fazer o bem, para tentar melhorar este mundo.
E neste Natal, não particularmente feliz para quem não se preocupa só com seu próprio umbigo, eu ainda tenho esperança quando repito os velhos votos que sempre dizemos:
"FELIZ NATAL E PROSPERO ANO NOVO!!!!!!!!!!"
Só porque espero que cada um conserve em seu coração este espírito de amor e fraternidade, para poder agir com ele durante todo o ano novo que se inicia, sentindo compaixão verso o seu próximo, não importa qual criatura ele seja, pois o nosso semelhante é todo o ser que respira!
Desejo a todos um mundo melhor que este que estamos vivenciando nestes tempos.
Pessoas melhores, amigos melhores, casais melhores, famílias melhores, colegas melhores, profissionais melhores, governantes melhores. E por ai vai...
Você até pode ser um ateu e não acreditar em nenhuma força superior, mas isto não o isenta do dever de ser uma pessoa melhor à cada dia que passe, ok? Pois estamos todos no mesmo barco e, aparentemente, parece que ele está afundando: então... 
Que Deus nos abençoe!!!
 

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Bolo de banana diferente de microondas

Tenho só feito bolos veganos ultimamente, por causa da minha intolerância. Mas este seria um bolo "semi vegano" pois eu coloquei um ovo, talvez por intuição... rss
Na minha ideia original eu pensava em ter coberto com uma calda de caramelo aromatizada com canela e cravo da índia mas, como foi feito para o café da manhã do meu marido e ele preferiu sem a cobertura, ficou com a cara assim, apesar de uma delícia. E mais: a textura dele, então, ficou sensacional!
Até não ia postar, mas depois pensei que o resultado tinha valido à pena, apesar da simplicidade.
Se vcs quiserem podem caprichar na quantidade de banana, pois o meu ficou assim pq eu só tinha uma mísera bananinha para colocar, ok?
Eu assei no micro ondas, mas pode ser assado no forno, normalmente. 

Bolo de banana
1 banana (ou mais)
1/2 copo de água
1/4 copo de óleo de milho
3/4 copo de açúcar
1 e 1/2 copo de farinha
1 ovo
1 colher de sopa de fermento
casca da banana para aromatizar

Lavar bem e picar em cubinhos a banana: reservar metade da sua casca.
Com a quantidade de açúcar (e canela) que quiser, leve para caramelizar até ficar douradinho: reserve.
Bata a casca da banana com a água, o ovo e o açúcar até fazer tipo um suco.
Acrescentar a farinha, o fermento também, e misturar de um modo bem homogêneo.
Por último colocar com cuidado os cubinhos de banana junto com o caramelo formado, espalhando delicadamente pela massa.
Colocar em uma forma untada com óleo e levar cerca de 3 a 4 minutos em potência alta no micro ondas, conferindo com um palitinho.

obs: tirando fazer o tal do suco, este bolo foi batido a mão, ok? Mas, como já disse, use batedeira e tb o forno, se preferir.
E cubra com uma caldinha de caramelo aromatizada com especiarias o que, com certeza, vai dar um "up" no seu bolo!!!