quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Bolo de Milho Verde



Bem...como bem tinha dito naquele post sobre o curau: depois de ter batido no liquidificador e passado na peneira, congelei porçoes do milho que ficou nela para usar para fazer bolos.
E foi o que fiz.
Imagino que ficaria bom usando milho verde de lata, daqueles cozidos no vapor, coisa que confirmarei apenas fique sem a minha "matéria prima".
Bom, primeiro devo esclarecer que nao é o primeiro bolo de milho que faço, nao.
Tentei aquela receita que saiu ali na Dadivosa mas, ao menos a minha, nao ficou assim como eu imaginava...
Mas nem por isto o bolo deixou de desaparecer pq, pasmem, o Bal (de Balthazar), o gatinho que eu salvei este ano, simplesmente a-do-ra milho: verde, duro, seco, pipoca, curau, bolo, o que mais pintar.
Eu, desavisada desta sua fixaçao, deixei o bolo em cima da mesa coberto pela cupula de rede, protegendo. Mas a coitada nao pode impedir que o bolo, enorme, fosse atacado pelo felino, terminando parte no lixo, parte no bosque.
E conclui que nao foi um acaso eu o ter encontrado bem no meio de uma plantaçao de milho, magro mas vivo. E as plantas que eu concluia serem "atacadas", durante a noite, por um equino qq inexistente imagino, agora, que o Bal tenha tido alguma coisa a ver com aquilo...!
E se antes eu ja tinha uma scottie onivora de tudo, agora tenho comigo um gato algo estranho tb.
Mas fazer o que?...!
Este bolo, que o Gianluca "mandou ver" tb e, modèstias totalmente à parte, ficou como eu imaginava: umido no ponto, saboroso e com uma crostinha deliciosa. Dificil parar de comer-lo...
E eu espero que quem for tentar tb, consiga este mm resultado.
Enfim pessoal, qdo passarem o milho batido em uma peneira, nao joguem fora o resto, nao.
Pq cada vez mais eu penso que o verdadeiro milagre na cozinha nao é fazer uma coisa boa usando sò coisas boas. O sucesso é usar algo que nao tenha este potencial ou mm seja um descarte e fazer uma coisa deliciosa com ele.
Bha! Olha que eu nem 'to dizendo que eu seja uma experta ou uma fada da cozinha, que isto seja bem claro, sò que...aconteceu!
Confirmem vcs, ok?

Bolo de Milho Verde
3 ovos
1 xicara de açucar
1/2 xicara de oleo
1 xicara de leite
1 xicara de milho, tipo moido grosso, mas à "seco"
1 xicara de farinha de trigo
1 xicara de fuba
1 colher de sopa de sementes de erva doce
1 colher de sopa de fermento
Recomendo fazer tudo à mao mm ou, se preferir usar batedeira ou liquidificador, evitar bater depois de colocar o milho, ok? Os pedacinhos dao o toque.
Começar batendo primeiro os ovos, até que espumem e fiquem um pouco mais clarinhos.
Colocar o açucar, o oleo e o leite, sempre batendo.
Acrescentar as farinhas e a erva doce, dando antes uma "esfregadinha" nelas.
Colocar o milho moido e por ultimo, o fermento.
Misturar-los bem e colocar, de preferencia, em uma forma untada com buraco no meio. E se preferir usar tabuleiro, controle muito bem se o centro esta assado.
Levar em forno pré-aquecido à 180°C por aproximadamente 30 minutos ou até dourar e "rachar" ligeiramente a crosta.
Se puder, evite usar a ventilaçao do forno, ok?
Mm ainda quente é muuuuito bom...!









2 comentários:

Adriana disse...

Oi Clau , eu amo milho , aliás aqui em casa todos gostam , aquele bolo da Dadivosa eu faço sempre ,fiz no domingo pra sogra tomar café rssss, e faço até no liquidificador e fica bom.
Aprendeu a colar link? rsss.
Beijos.

Dinha disse...

Clau,

Huummm...hoje por aquí está um frio tão bom, com uma xícara de café para esquentar e uma generosa fatia deste bolo é o que desejo neste instante! Abraços.