segunda-feira, 11 de maio de 2009

La Pasta Frolla

Ja faz uns bons anos que entrei, definitivamente, em uma fase da vida que devo fazer quase que tudo com as minhas proprias maos mm que antes ja o fizesse sempre que podia, por puro gosto. Entao, ultimamente eu resolvi dar mais uns passos e enfrentar novos desafios.
Quer dizer: me dispus a começar fazer aquelas coisas meio que miticas, que na maioria das vzs ja compramos prontas, pq nao nos sentindo "à altura da coisa", rss.
Aqui por estas bandas, temos que um verdadeiro "must" sao estas tortas feitas com frutas frescas dispostas sobre um creme tipo ingles, "crema pasticccera", e ligeiramente cobertas com uma gelatina ou geléia. Isso sem nem falar da famosa "crostata"...
Com o calor ja dando a sua cara por aqui, as frutas com o preço despencando, além das geléias e conservas que eu fiz com aquelas que colhi no campo no ano passado, eu me senti obrigada a tocar uma produçao de tortas adiante, quizesse ou nao!
Idealizando, como objetivo, as tortas feitas pela Pasticceria Migliorati, aqui em Umbertide, que faz a crostata com a melhor pasta frolla que eu ja tenha experimentado! Os seus recheios sao feitos com gelèias caseiras de frutas, que sao divinas. Mas tem tb uma com recheio de Nutella, "banalzinha", que é uma verdadeira perdiçao...!
Alias, a primeira vez que chegamos ali foi seguindo o rastro do cheiro que pairava no ar, até desembocar na porta desta confeitaria quase centenaria...
Lembrando um poco a cena daqueles gibis onde o Huguinho, o Zézinho e o Luisinho flutuavam através da onda de fumaça que saia da torta que a vovò Donalda tinha deixado esfriando na janela, rss.
Enfim, sem a pretensao de produzir algo do nivel, muito pelo contrario, pus as maos à obra.
E o resultado ficou bom e bem saboroso, deixando algumas pretensoes de lado.
Digo isto pq, sonhos à parte, resolvi deixar de lado aquela coisa, infantil, de achar que escolhi os numeros magicos que vencerao a loteria ou que eu sou a maior guitarrista do mundo, sò que ninguém nem imagina isso. Entao, eu me contive e fui muuuuito mais modesta, ao fazer esta pasta frolla! Hihihi.
Enfim...
Na primeira vez que tinha feito uma assim eu usei uma massa comprada ja pronta, que estava no freezer, e mais dois kiwis que sobreviviam no cesto de frutas.
Nesta segunda vez eu fiz para usar 1kg de morangos frescos mm sem ter a massa pronta.
Dai, o fato é que encontrei uma receita que me pareceu boa, bem explicada e que usava o tal do açucar impalpavel, tipo glaçucar.
Se pode usar tb aquele açucar normal assim como ele é ou, entao, deixa-lo mais fininho batendo no liquidificador.
Sabemos todos que este tipo massa deve ser pouquissimo manipulada e que a manteiga deve estar gelada, para se obter um melhor resultado.
Claras ou muito açucar a deixam excessivamente crocante. Assim como farinha rica em glutine a deixa borrachenta e que, tb, uma forma muito untada passa um gosto ruim de queimado.
E que serve de base para varias preparaçoes. Em tortas, a espessura gira em torno a 0,5cm, podendo ser assada antes de se colocar o recheio ou nao.
Para bolachas, basta deixa-la mais alta e acrescentar chocolate na massa, por exemplo.
Enfim...
Nao se assustem nao, pq é facil, facil.
Tanto estupidamente facil de se fazer, que pode terminar em um baita de um resultado critico! Hihihi!
O bom, e que consola, é que é sempre saborosa, independente de nao ter atingido às nossas expectativas todas.
E com esta boa opçao as nossas frutas, desprezadas ali fruteira, nunca mais serao as mesmas!

Pasta Frolla
240g de farinha
160g de manteiga gelada em cubinhos
80g de açucar de confeiteiro (tb pode ser o normal mm)
2 gemas de ovo
raspinhas de limao
Começar "farofando" a manteiga com a farinha, usando as pontas dos dedos, até incorpora-la toda.
Acrescentar a isto o açucar peneirado, misturando.
Fazer um vulcao neste composto e acrescentar as gemas.
Com o auxilio de um garfo, misturar, sem exagerar no movimento, que deve ser rapido.
Agregar formando uma bola com as proprias maos, mas sem manipular, sò juntando mm.
Se o composto ainda estiver muito seco para se conseguir faze-lo, acrescentar agua gelada aos pouquinhos, seja às colheradas ou borrifando com um spray.
Apenas se obtem a bola, envolve-la em plastico e deixar repousando na geladeira por, pelo menos, uma meia hora.
Depois, forrar com a massa uma forma de uns 26cm de diametro, de preferencia com fundo removivel, adaptando-a com as maos ao fundo e às laterais. Deve ficar com uma espessura meio que uniforme. E mm que se abram espaços, sem problema! Pq é muito facil se manipular e terminar com um recorte bonito para esta base.
Ai se pontilha ela toda, espaçadamente, usando um garfo. Preferindo, pode-se forrar com papel de forno e encher o fundo com feijoes. Isto é para evitar que a massa, cozida, se "levante".
Levar ao forno pre aquecido a 180°C atè dourar ligeiramente.

Enquanto a base esta assando, se providenciam as frutas para a cobertura e o creme.
As frutas devem ser higienizadas e secas e podem ser usadas inteiras ou cortadas em fatias, pq cada um decide como é melhor fazer.
E o creme do recheio eu sei que cada familia tem uma receita propria. Por isso, basta que fique sò um tantinho mais consistente que o normal e seja em pouca quantidade. Pq o danado serve sò como um colchao para se apoiar as frutas, e nao é que precisa mais que um dedo de altura para fazer isto!...
A tal da gelatina, por sua vez, nao sei se vcs encontram aqueles preparados proprios para cobrir tortas deste tipo e que, mm aqui, sao a base de fecula de mandioca (acreditem...).
Se nao tem, criem vcs mesmos uma diluiçao de gelatina incolor em pò que faça as vzs destas ai.
Algo do tipo: uma colher de cha da gelatina de pacote diluida em meio copo de agua morna, com uma ou duas colheres de sopa de açucar, por exemplo.
Pq o fato é que nao serve submergir as frutas na gelatina, nao! Mas somente como que "pincelar" sobre elas uma boa camada protetiva, a fim de que nao se oxidem e escureçam.
Com este mm intuito existe uma outra opçao, que seria a de se usar uma espessa cobertura com geléia de damasco ou pessego, que surtiria este mm efeito.
Entao com tudo isto pronto, basta montar a torta em camadas, cobrir com a gelatina ou a geléia, e levar para gelar.

Bem, é isto..
Sei que de tanto ver estas coisas ja prontas em uma confeitaria a gente até que se assusta, mas acreditem: é facil e bem pratico!

9 comentários:

Adriana disse...

Oi Clau, obrigada querida e um feliz dia das mães pra vc tbm.
Que beleza hein? deve ter ficado uma delicia, está quase uma "chef de cuisine" rsss.
Beijos e uma boa semana.

Nela disse...

Clau, espero k tenha passado um feliz dia da mãe amiga,e olhe estou adorando ver a sua culionária, tem muito jeito sim, adorei a receita parabéns, boa semana beijinhos.

clau disse...

Adriana: olha sò quem fala...!
Vindo de vc, penso que posso até ficar "inchada".hihihi

Nela. lhe digo que é reciproco e, pelo mais, vc sempre ensina um monte de coisa nova e interessante.

Boa semana para as duas!
Bjs!

mariacarambola disse...

Oi, tudo bem? A foto ficou linda e isso quer dizer que você pode e deve seguir em frente, com mais e mais tortinhas lindas pra nos inspirar. Muito bom o seu blog, adorei. Bjos

clau disse...

Maria Carambola, valeu e obrigada, viu?
Ja fui no seu blog curiosar e peguei a sua pratica receita de quindao de microondas que, alias, tem tudo a ver para o calorzao que faz aqui na Europa no verao...
Abaixo o forno!
Bjs!

Fábio Adiron disse...

Apesar de doce não ser muito a minha praia, essa eu vou tentar, pois essas tortas de frutas são as minhas preferidas.

E você não poderia ter escolhido melhor...morangos...ah os morangos

clau disse...

Pois é Fabio:
Antes desta minha atual fase, digamos que eu tb era uma pessoa "salgada", rss.
Agora nem posso mais dizer o mm!
Mas calor e fruta tem tudo a ver!
Bjs!

AndreaDomingas disse...

Oi Clau!
A sua torta ficou muito apetitosa e linda! Coincidência, tive um tempinho hoje e fiz algo parecido, mas ao estilo alemão. Na correria, não deu para tirar a foto. Nós também usamos a tal cobertura gelatinosa, mas ela também tem a função de rechear e tapar os espaços entre as frutas. A base é feita de pão de ló. É mais simples do que a versão italiana, pois normalmente não leva o creme.
Bjs

clau disse...

Ciao Andrea!
Conhecemos esta variaçao da torta, que aqui tb tem.
E que é super bonita pq,olhando de cima, pq parece uma caixa acrilica com a as frutas dentro apoiadas em cima do bolo, rss.
Enfim...da para a gente variar com estas frutas todas n'é mm!?
Bjs!