quarta-feira, 18 de junho de 2008


Da batata podre de 4 anos atras às colheitas anuais neste vaso, ano apos ano, brotam estas folhas desta planta que se comporta como uma fenix. E aquilo que parecia completamente vazio, morto atè, se faz vivo e de um modo exuberante, renascendo do pò da terra!
Ponto para a natureza!

2 comentários:

Dinha disse...

Olá Clau,

Realmente estou um tanto sumida...Além dos contra tempos do dia-a-dia, a faculdade etc...Mas devagarinho estamos indo! Agradeço sua visita no meu cantinho!!!

Um grande abraço.

Bergamo disse...

Clau,
Obrigado pela visita lá no blog. Então vc tb é um fanática por queijos. Que bom!! Amo queijos, até os mais podrinhos...rsrsrsr...
Abraços,
Bergamo